Z


Outros Priscos
outubro 31, 2011, 4:43 am
Filed under: Uncategorized

Nosso tempo não é contado pelo meu relógio. Somos priscos, somos de outras eras; e ainda sim, temos todo frescor do estado atmosférico régio e tangível. Nosso ponteiro corre além do tempo… E exatamente por isso meu estômago embrulha quando te vê.

Não preciso ser nem médica e nem médium para saber que essa é a minha maneira de dizer: Volta pra mim.

20111031-024943.jpg



Small Note
outubro 27, 2011, 1:40 am
Filed under: Uncategorized

“Quando vejo você, eu me vejo. Você é minha procura por algo mais, alguma coisa maior. Através de você, eu percebo a diferença. Você é muitas partes de mim, que eu ainda preciso descobrir e que talvez nunca venha a entender. Te amo e te odeio. Preciso de você, mas te rejeito. Tenho muitas outras idéias a seu respeito… Não pense que você é muito especial (sei que você pensa assim, porque pensa que sou eu). Você é quase um ser infinito e ainda é quase infinitesimal na maior projeção do meu eu. Aqui estão as últimas 623 versões de você e de mim… Eu tenho mais agora.”

Introdução do livro Stone.

Lado 623.



Mais Um Exorcismo
outubro 17, 2011, 11:32 pm
Filed under: Uncategorized

De tempos em tempos me exorcizo
Me livro de demônios, de tormentas;
Nem sei se ainda estou no meu juízo,
Mas vai-te logo dessa paixão que alimentas.

Me fecho porque sei que não cicatrizo;
E esse coração que achas que complementas
Com teu carinho impreciso
Não mais se joga de formas violentas.



Nota de um Desejo:
outubro 1, 2011, 12:06 am
Filed under: Uncategorized

They were lay in bed, side by side, looking at each others eyes. Then, cutting the silence, she said:
– I’m glad you called. I was missing you… In fact I always miss you, because I like you. I really like your silence, and how mysterious you can be, it intrigues me. But more then you, I like us, I like me when I’m with you…
Carefully she held his hand, and continued:
– I wish I could hold your hand, look deep in your eyes, and ask you not to run away… Don’t run away from me, please!

He smiled and kissed her. Everything was perfect… Until he was gone – again.